AJUDA CONTRA INUNDAÇÕES

por | mar 4, 2021 | 0 Comentários

(CNAS Peru) As fortes e constantes chuvas na região de Madre de Dios, Peru, causaram o transbordamento dos rios Tambopata, Madre de Dios e Inambari, resultando na inundação de 3.627 residências, das quais 3.447 ficaram sem serviços de água potável e eletricidade, dados confirmados pelo governador regional de Madre de Dios.

Quando recebeu esta informação, através de uma mensagem no WhatsApp enviada por Lila Ventura, encarregada de uma obra para a Igreja do Nazareno na cidade de El Triunfo, a Pastora Susana del Aguila, Coordenadora de MNC do distrito Peru Sul, coordenou diversas ações junto a Superintendência do distrito para auxiliar as vítimas atingidas pelas chuvas.

Foi levantada uma oferta entre as igrejas do distrito, bem como a coleta de roupas e compra de suprimentos que foram entregues pelos membros da Igreja do Nazareno em El Triunfo.

Lili Ventura conta que no dia 21 de fevereiro o rio Madre de Dios saiu de sua nascente, inundando grande parte do núcleo populacional de El Triunfo. Muitas famílias ficaram presas em suas casas, sendo resgatadas em barcos e posteriormente alojadas em escolas, que se tornaram abrigos temporários.

A ajuda que foi dada é um esforço conjunto entre os coordenadores locais de MNC, pastores e responsáveis ​​pelo trabalho em El Triunfo. Cerca de 70 famílias foram beneficiadas no setor de El Triunfo com esta maravilhosa ação. 

Celia Osorio Soto, 40 anos, é mãe de seis filhos, moravam em sua casa 8 pessoas, ela comenta que o que aconteceu foi terrível e inesperado, ela comenta que ficou desesperada ao ver seus moveis, roupas e eletrodomésticos flutuando e não poder fazer nada, “Tirei meus filhos e perdi minhas coisas, minha casa está uma bagunça”, falou ela.

Como Celia, milhares foram afetados, e o pior, em muitos casos perderam tudo. A autarquia regional de Madre de Dios também informou que um setor severamente atingido é o da agricultura, 791 famílias dedicadas ao plantio foram atingidas nas três províncias da região.

Silvia Mantilla Clemente, 32, mãe de uma filha, divide sua casa com outras duas pessoas e conta que quando ocorreram as enchentes não souberam como reagir, pois a agua subiu de forma repentina e eles não estavam preparados. Ela está esperançosa, “para superar tudo o que aconteceu e para agradecer a Deus, que hoje, estamos vivos”, diz ela. Silvia reforça que no setor onde mora não há água potável nem luz elétrica e a estrada que dá acesso ao seu setor foi destruída. 

Ainda faltam muitas necessidades como roupas, lençóis, colchões, mosquiteiros e remédios, mas Lila está otimista e diz que continuarão a orar para que Deus toque os corações para continuar provendo ajuda, não só material, mas também espiritual. Ela testifica: “A ajuda tem impactado a vida das pessoas, mostrando que a Igreja do Nazareno se preocupa e está preparada para ajudar em tempos difíceis”.

Tanto Silvia quanto Celia são muito gratas aos irmãos e à igreja pela ajuda recebida. Célia diz: “Já tenho um pouco de comida para poder dar aos meus filhos e obrigada a todos os irmãos que me apoiam”, também mostra esperança de seguir em frente, “Sim, tenho muita esperança, com a ajuda de Deus sei que todas as famílias afetadas vão seguir em frente”.

Fonte: Ministérios Nazarenos de Compaixão